João Lúcio Belard da Fonseca


João Lúcio Belard da Fonseca (1866-1906)

Fotografia de c. 1900?. Colecção D. Inês Amorim Soares Belard da Fonseca Rodrigues

N. S. Tomé (Graça) 29/12/1866, filho do General António Joaquim Gomes da Fonseca (1833-1904) e de sua mulher D. Margarida de Assis de Freitas Belard (1847?-1924)

B. 23/4/1867

F. Lisboa 18/10/1906

Casou em Lisboa (S. Sebastião) a 15/11/1894 com D. Filomena Cândida Rodrigues da Silva (1874-?), filha de José Inácio Júnior e de D. Maria da Encarnação, de quem teve:


Foi actor de teatro e poeta, autor de Azul, Porto, Typ. da Empresa Literária e Typographica, com prefácio de Gomes Leal.

Na altura da morte do seu pai, o General António Joaquim Gomes da Fonseca, publicou o seguinte poema num jornal de Beja que não consegui identificar:

Poema de João Lúcio Belard da Fonseca, 1904

Recorte de jornal de 1904. Colecção Luís Belard da Fonseca

Foi também sócio da Companhia da Ilha do Príncipe e cavaleiro da Ordem de Cristo.

João Lúcio Belard da Fonseca (1866-1906)

Fotografia de c. 1890?, vestido possivelmente para uma peça de teatro. Colecção Luís Belard da Fonseca